Conteúdo sugerido


O Transistor pega um sinal fraco na entrada (base) e transforma-o em um sinal potente na saída (emissor). Funciona como uma torneira: quando aplica-se uma tensão na Base ele passa a conduzir do coletor para o emissor. 


transistor-600.webp

Do site Mundo da Eletrônica:

Criado com o intuito de substituir as válvulas dos computadores diminuindo seu tamanho, consumo de energia e preço, além de aumentar sua eficiência, o transistor revolucionou os computadores.

É basicamente composto de duas junções PN, uma polarizada diretamente e outra inversamente. Uma junção PN é o conjunto de duas pastilhas de um mesmo material (silício ou germânio) dopadas de formas diferentes, de modo que o lado P fica com falta de elétrons e o lado N com excesso de elétrons. Um diodo, por exemplo, é formado por uma junção PN: duas das pastilhas anteriormente faladas. Já o transistor é formado por 3 dessas pastilhas, podendo ser um transistor PNP - formado pela união no material N - ou um transistor NPN - formado pela união no material P.


tran5.gif?fit=499%2C248


Os três terminais do transistor bipolar de junção são denominados base, coletor e emissor. O terminal da base é responsável por controlar o processo de condução, enquanto que o emissor e o coletor são os terminais de entrada e saída da corrente principal de condução. A ordem dos terminais em cada transistor pode alternar entre modelos, tipos e fabricantes diferentes, fazendo necessária a consulta de seu datasheet para saber a ordem correta.

o transistor bipolar de junção possui três regiões de operação diferentes, dependentes do tipo de polarização aplicada entre seus terminais. A região ativa de operação ocorre quando a junção base-emissor esta polarizada diretamente e a base-coletor esta polarizada inversamente. A região de saturação ocorre quando ambas as junções estão polarizadas diretamente. Já a região de corte ocorre quando ambas as junções estão inversamente polarizadas, não havendo a circulação de corrente entre coletor e emissor.

Por ser um dispositivo que possui três camadas de semicondutor alternadas, é possível trata-lo como duas junções de materiais semicondutores do tipo P e do tipo N. Tem-se então as junções base-emissor e a junção base-coletor. Quando polarizado de maneira correta, essas junções PN podem ser consideradas como dois diodos, com a junção base-emissor equivalendo a um diodo polarizado diretamente e a junção base-coletor a um diodo polarizado inversamente.


Atividades recentes